Professora da Chinbra aconselha os corinthianos

Por novo reforço, a professora aconselha os corinthianos a aprender chinês

Data: 04/01/2012

O Corinthians definiu uma contratação inusitada no fim de 2011: a aquisição do meia-atacante chinês Chen Zhizhao em um contrato de empréstimo por dois anos. A ideia é contar com um representante do oriente para ganhar espaço no farto mercado da China e capitalizar mais recursos. Mas o Timão terá de se preocupar com a adaptação do reforço caso queira desfrutar de uma produção melhor em campo.

Professora e vice-diretora do Centro de Língua e Cultura Chinesa (Chinbra), organismo ligado ao governo da China, Liang Yan está no Brasil faz 20 anos e vê como uma postura simpática a possível iniciativa da torcida do Corinthians em aprender termos em mandarim (considerado o idioma oficial do país asiático) para recepcionar o futuro contratado. "Sem dúvida, ajudaria muito, os chineses gostam disso, seria uma prova de carinho e uma demonstração de amizade", exalta.

Por ter feito estágio em Portugal , Chen Zhizhao já entende um pouco do português. Porém, a professora do Centro de Língua e Cultura Chinesa aponta que o aprendizado para ter fluência não é fácil. "Para um chinês ter uma noção boa da língua, precisa de um ano de estudo", afirma Liang Yan.

O esporte não é um ambiente estranho para o Centro de Língua e Cultura Chinesa. Liang Yan chegou a preparar jornalistas brasileiros que foram para os Jogos Olímpicos de 2008. Antes, trabalhou com jovens chineses que fizeram estágio no São Paulo Futebol Clube na década passada. Ela aponta que a adaptação em relação a uma cultura totalmente distinta também é complicada.

"O início é um pouco difícil, não só a língua, mas a questão dos costumes mesmo. Mas, com o tempo, eles se adaptaram", diz a professora, que elogia o calor dos brasileiros com os estrangeiros. "O povo no Brasil é muito simpático, procura ajudar, mostrar a cidade. Isso é importante para alguém que vem trabalhar e fica longe da família", explica.

Abertura econômicaMesmo com a crise mundial, a China é considerada uma das potências da atualidade na economia. O crescimento no mercado internacional aumentou, portanto, a procura de brasileiros pelo aprendizado da língua. Trata-se de uma necessidade conhecer alguns termos em mandarim.

"Esse processo ocorreu nos últimos dez anos, a procura aumentou bastante, até na busca por traduções. Também é importante você ir para a China com uma noção da língua para tratar de um negócio", aconselha Liang Yan.

Autor: Gazeta Press

Fonte: Esporte Brasil (ESP)

Link: http://www.espbr.com/noticias/novo-reforco-professora-aconselha-corintianos-aprender-chines

 
03/05/2009 17:01

Nesta area aparece o conteudo da sua pagina


Preencha os campos abaixo e indique a um amigo:
Seu Nome:
E-mail do seu amigo:
 

       
© 2005-2008 Chinbra
Copyright(c) Chinbra todos os direitos reservados
Chinbra Centro de Língua e Cultura Chinesa